menu

Destaque Amazon

Destaques

quinta-feira, 5 de abril de 2018

0 Resenha [livro] - Doce Inferno, de Jéssica Marques


Bem-vindos, leitores!

Sumirei na próxima semana, retornando depois do dia 15 de abril, mas tenho justificativas: Mercado Persa 2018 - o maior festival de danças orientais do Brasil!!!

Enquanto eu não escapo para fazer uns shimmies, que tal mais uma resenha de livro nacional? Parte do Desafio Papeando, vem conhecer a delícia que é este Doce Inferno, escrito por Jéssica Marques, e disponível na Amazon!


Sobre o LIVRO:

Doce Inferno
Autora: Jéssica Marques
Editora: Amazon
Gênero: drama / romance
Ano: 2017
237 p.

Sinopse:
Entre o amor e a fé...
"Quando pecar não é mais uma questão de escolha"...

Ela? É quebrada, machucada e magoada, no nível máximo! Lutando para sobreviver e se reconstruir.
Ele? É corroído pela culpa, movido pela busca do perdão. 
Um padre guiado pelos princípios errados.
Uma mulher destinada a desejar o impossível.
Ambos são proibidos! E irão se apaixonar. De forma irremediável.
Até que ponto a fé será suficiente para fazer morrer esse amor?
Venha se aventurar e se perder nesse... Doce Inferno.



*Obra cedida pela autora no formato digital para resenha. As opiniões são exclusivamente nossas. Não houve nenhum tipo de intervenção em nossos comentários.*





Julien Dikins é uma excelente repórter morando nos EUA, mas poucas pessoas sabem o que o seu passado esconde. A primeira vez que encontramos Julien, ela está no casamento de sua irmã Suz com o policial das forças especiais internacionais Joffrey, enquanto tenta, desesperadamente, fugir dos comentários cortantes de sua mãe que a culpa por ter deixado seu ex-noivo Matt escapar.

O que poucos sabem, e praticamente ninguém da sua família, é que ela fez muita questão de deixar Matt escapar. Meses antes, ela quem terminou o relacionamento às vésperas de seu próprio casamento. Por Matt esconder um segredo que deixou marcas em Julien. Marcas físicas, abusivas, estratégicas, ao longo dos 4 anos em que ficaram juntos.

"- Ingratidão não lhe cai bem - Ele aperta meu braço com força e traz à tona a dor recente da fratura a qual eu fora exposta em nossa última briga. Sua mão em meu pescoço já sufoca, como em todas as vezes anteriores. / - Covardia também não combina com você, mas isso nunca te parou."

No mesmo dia em que terminou o relacionamento com Matt durante um passeio pelas ruas de Paris, Julien se enfiou em uma Igreja para confessar seus pecados. O pecado de ter se envolvido com tal homem. De ter deixado ele fazer tudo o que fez. O pecado de ter aguentado quieta toda a tortura física e psicológica. Estranhamente, o padre com quem se confessava, além de insistir que ela devia denunciar o ex-noivo, tinha uma voz sexy e cadenciada e era gostoso como só Deus sabia.

Infelizmente para Julien, aquela não seria a última vez em que a tentação seria posta em sua frente, colorida e em 3D. Darlan O'Hurn também era o sacerdote que realizaria o casamento de sua irmã. E continuava gostoso e desejável como o Diabo bem gostava. Louca para fugir de Paris, da família e dos olhos e conselhos do padre Darlan, Julien mal vê a festa da irmã passar.


Para piorar, Darlan era o pároco da cidadezinha de Conques, uma comuna no sul da França, para a qual Julien foi designada como repórter pelos próximos 4 meses, se quisesse mesmo assumir sua nova posição como redatora-chefe do Neil Daily. Quatro longos meses em um paraíso turístico escondido do mundo, caminho da Peregrinação a Santiago de Compostella, que precisava ser salvo de se tornar vítima do capitalismo desenfrado: seria posta abaixo para dar lugar a um resort luxuoso. A reportagem de Julien seria essencial para evitar tamanho sacrilégio, pois seria o pivô da defesa do pároco no congresso turístico francês.

"Fico em silêncio, pesando cada uma das palavras dele e buscando entender como passando tão pouco tempo ao meu lado ele já conseguira encontrar meu grande calcanhar de Aquiles: eu não possuía fé alguma em mim mesma."

Ambos, Julien e Darlan, têm de enfrentar seus novos e antigos pecados. A história de cada um os persegue. No caso de Julien, persegue de modo literal, Matt é obsessivo. E o desejo que começa calmo e passa a ser avassalador, com o tempo se torna uma paixão proibida. Mas será mesmo que um amor desses é pecado?


Bem... apesar da imensa baixa autoestima de Julien, ela é uma personagem forte. Passar por todo aquele tempo em que sofreu abusos físicos e psicológicos do cara com quem iria se casar, conseguir forças para se separar, para ficar longe, e construir uma nova vida, não é pra qualquer um. Ok, a nova vida tinha lá seus problemas, como os fantasmas ainda presentes e a perseguição do ex obsessivo, contudo, ainda assim, era um senhor rumo, uma meta.

Darlan é padre, porém muito recente e também sem muita fé em si mesmo. O seu passado o persegue tanto quanto o de Julien persegue a ela. Promessas foram feitas e ele não pretende quebrá-las. Só que Julien... o que a moça tem que mexe tanto com os brios de Darlan, que o muda, modifica e o faz questionar suas escolhas, que o queima, que o leva a querer defendê-la e a proteger?

"Eu não sabia o que acontecia comigo na presença de Julien. Eu me transformava em alguém que desconhecia, irresponsável e tão ousado. Como se eu tivesse escolhas, como se minha vida me pertencesse."

Achei o texto muito bem construído! O enredo tem bons personagens, daqueles que mexem com a gente. Um ponto interessante, é que, apesar de a história começar a se desenvolver baseada no desejo de cada um, naquele feeling todo carnal, nas chamas que fervem o sangue só de trocarem olhares, na segunda metade do livro os protagonistas se conhecem o suficiente para começar a desenvolver uma paixão mais sólida, menos sexual.

Além do polêmico caso central, o livro também fala de abuso contra mulher sem se aprofundar demais no tema. Não temos cenas exageradamente violentas, é mais sobre o que restou do abuso do que o abuso em si. É também um livro sobre romance, sobre dramas pessoais, e especialmente sobre fé em si mesmo. Não tem cenas eróticas, nem mesmo um pega desavisado. É a primeira vez que leio algo com essa temática (relação proibida pela religião) e gostei bastante.

O que pegou pra mim no livro que me fez não dar as 5 bruxinhas? Apesar de ser focado nos sentimentos amorosos, a primeira parte do livro foi toda sexual (sem sexo, saca?), então eu fiquei esperando cenas hot que não aconteceram e meio sem saber se ia rolar paixão mesmo pois demorou a desenvolver, MAS... quando surgiu, vi que foi no momento exato.

"Não pode se dedicar às coisas de Deus por um motivo tão torto quanto perder a fé em si mesmo!"

Demorei para me apegar aos personagens e para tomar partido, no entanto consegui ter opiniões desde a primeira página. A família de Julien era estranha (confesso que pensei seriamente em matar os pais dela), o padre era bem sério e tinha um linguajar muito formal para sua idade (o que acho que condiz com a formação de seminaristas, não sei como funciona) e a própria protagonista me dava nos nervos por não conseguir nem falar com o padre direito só pensando em dar uns pegas.

Fiquei sentindo falta de uma maior descrição do cenário, da cidade de Conques. Outra coisa que me incomodou foi a revisão, e isso a autora já está sabendo. Ela realmente gosta de vírgulas! XD 

No geral, o final, apesar de ser o esperado, foi bem organizado, crível e muito justo. Particularmente, gostei da forma como a família dela agiu e como eles se entenderam. É uma leitura muito gostosa, bem leve, com um cenário maravilhoso que deu vontade de conhecer pessoalmente. Mais do que recomendado!



Sobre a AUTORA:

Jessica Figueiredo Marques, prefere ser chamada apenas de Jessica Marques. Tem vinte e seis anos, amante de livros, séries e café, muito café, apreciadora de bebidas fortes, principalmente Rum. Trabalha como analista comercial e tem sua formação voltada para este âmbito, administração. Seu grande desejo de viver é apenas encontrar prazer e felicidade. E não se engane, isso não é apenas fácil. Na verdade, é absolutamente difícil. Tanto ou mais do que organizar a pontuação de seus textos... Tanto, ou mais. Solteira desde um noivado fracassado, colore seus dias com a expectativa de ainda encontrar um grande amor, afinal, ela também é uma romântica incurável. Apaixonada por poesia e por ficção dramática, ela raramente escolhe o tema romance para ler, apesar de ser esse seu seguimento na escrita. Sua autora preferida na vida é J.K Rowling, seguida de perto pelo nacional Monteiro Lobato, ambos mestres em criarem todo um universos a parte. Perfeita até em suas imperfeições e enquanto escritora, ela sabe o quão estupidamente difícil é criar um universo, uma trama, uma história, sem pontas soltas. De personalidade forte, e opinião formada, Jessica escreve desde os dez anos de idade. Começou com diários, contos e textos de teatros para peças estudantis. Já escreveu de tudo um pouco mas, sua primeira publicação (independente) foi Envolvida um romance recheado de dramas e segredos. Seguidos deste livros, ela criou dois contos jovens e atuais, tratando de temas que nossa sociedade vive mais e mais: Maldito Tinder e Milagre de Natal. Sua ultima criação, um romance mais leve, mas ainda assim envolvente e com tema suficientemente polemico, se chama Doce Inferno e tem cumprido sua meta em arrancar suspiros e refazer opiniões quanto ao tema "amores impossível". Jessica tem diversos projetos na cabeça e , usando do tempo que lhe sobra paralelo a seu trabalho, os estudos e alguma vida social, vem firmando seu nome no grande leque de autores independentes na esperança de, de alguma forma estar contribuindo para que leitores vivam as lindas experiencias que os autores criam e transformem suas realidades a partir daí.




Estou adorando essas novas leituras do Clube Papeando. São autoras que nem sonharia em ler por puro desconhecimento (sei que a divulgação é a parte mais braba da publicação).

Então, queridos, até depois do dia 15, contarei as novidades de SP e do MP pra vocês!

Até + ver!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...