quarta-feira, 19 de abril de 2017

3 [Na Cena do Crime] Resenha [seriado] - Luther

Olá meus amores! Como estão? *-* 

Escavacando a Netflix, me deparei com um seriado que se revelou uma mina de ouro e estava ansiosíssima para dividir com vocês!

Por isso, Na Cena do Crime hoje apresentará esse seriado que rapidamente ocupou um espaço entre os meus queridinhos. Estou falando de Luther, uma produção incrível da Britânica BBC. 

Vem comigo,

Eu sou a Priscila, a colaboradora armada! ;)



LUTHER
Luther, 2010
Thriller, policial

Sinopse:
John Luther é um DCI (detective chief inspector) que trabalha para a Unidade de Crimes Graves (temporada 1) e na nova Unidade de Crimes Sérios e Seriais (demais temporadas). Um policial dedicado, Luther é obsessivo, possuído, e às vezes violento. No entanto, Luther pagou um alto preço por sua dedicação: ele nunca foi capaz de se impedir de ser consumido pela escuridão dos crimes com os quais ele lida. Para Luther, o trabalho sempre vem primeiro. Sua dedicação é uma maldição e uma bênção, tanto para ele quanto para aqueles que estão perto dele. No primeiro episódio da série ele investiga uma psicopata brilhante: Alice Morgan. Em última análise, ele é incapaz de prendê-la devido à falta de provas, mas ela se torna sua nemesis e companheira improvável. Como ela persegue sua paixão com ele, ele gradualmente cede. Assim, é capaz de recolher informações com ela sobre alguns dos criminosos astutos que ele persegue.



Vamos?

Na verdade, Luther é uma minissérie, com 4 temporadas (todas na Netlix 😃), 16 episódios no total. Ou seja, mesmo quem tem uma vida atribulada, como eu, consegue rapidinho ver a série toda. O que é uma faca de dois gumes, pois certamente você se envolverá tanto que não se contentará por ter tão poucos episódios.

Luther é um Thriller Policial Psicológico com direção de Sam Miller e roteiro de Niel Cross. Eles nos apresentam o dia-a-dia do Departamento de Policia Londrina que investiga casos graves ou em série.  Para quem está esperando uma série com uma roupagem clichê com foco apenas na investigação criminal, sinto-me radiante em dizer que estão equivocados. 



A série é uma verdadeira quebra de paradigmas. Os holofotes da série estão voltados para o policial John Luther, interpretado brilhantemente pelo ator Idris Elba (pelas minhas pesquisas estará nas telonas na saga A Torre Negra de Stephen King!). Ele é um detetive brilhante, um gênio obcecado pelo trabalho com um problema grave de temperamento e uma falta de sorte dos infernos. O indivíduo parece que atrai as coisas ruins, zolive

Ele comanda a linha de frente do departamento, enquanto transpõe montanhas para deixar sua vida pessoal nos trilhos, ou pelo menos tanto quanto possível. Apesar de sua incrível habilidade, não é capaz de evitar que as tragédias monstruosas causadas pelos criminosos que persegue o atinjam.

Mas, não se iluda. Nem sempre ele contará com a sua torcida. Esse é outro lance atraente na série, a imprevisibilidade. Não há como apostar se qualquer personagem tomará a atitude correta, nem definir com exatidão quem são os vilões ou os mocinhos. 


Então, caro leitor, prepare-se para o caso de, momentaneamente, odiar um policial ou simpatizar com uma psicopata (Alice Morgan, interpretada por Ruth Wilson). Ah, também não se apegue muito aos personagens, pode ser que eles não sobrevivam por muito tempo, a la George Martin.

Os episódios crescem em qualidade gradativamente, chegando à um nível que deixa o espectador em polvorosa para assistir o próximo. Cheguei ao fim de alguns boquiaberta, e a opção de não ver o episódio seguinte inexistia.

Por favor, vejam! Preciso urgentemente ter com quem conversar sobre. Hahaha!



Beijos e até a próxima!




Priscila Ferreira, pernambucana. Leitora compulsiva e amante do gênero policial, tem mania de ler a última página primeiro. Extremamente competitiva, decidiu cumprir um desafio e escrever um livro, seu primeiro Romance - Um Encontro Fatal. Atualmente mora em uma belíssima praia do litoral sul de Pernambuco com esposo e filha.


CONTATO >> priscillaufrpe@hotmail.com




3 comentários:

  1. Oi Priscila !Como vai ?
    Primeiramente, é uma honra estar por aqui e acompanhar sua resenha !
    Eu gostei da premissa da série, fiquei com vontade de assistir, geralmente resisto a essas vontades por requererem muito tempo e dedicação, muito bom saber que é uma minissérie !
    Vou conferir !
    Obrigado pela dica , abraço!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii! Tudo ótimo ;)
      E você?
      Então, a série é muito bacana e bem curtinha..
      Assista e depois me conte o que achou.
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Pri... eu já tinha visto essa série no Netflix e ela estava na minha lista para assistir, só vai demorar um pouco, mas eu vou assistir... Esse ator é muito bom mesmo o conheci assistindo Ophan Black... Xero!

    ResponderExcluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...