menu

Sorteios

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

0 Resenha [livro] - A promessa do tigre, de Colleen Houck

Olá, pessoas!

Apesar do Especial Outubro Sangrento que vai bombar em postagens cheias de sangue, sustos e assombrações (Saiba mais AQUI), o blog manterá assim espero eu o ritmo das parcerias e leituras foras do tema terror/horror.

E, para comprovar, trago a resenha de um livro que uma amiguinha da dança me emprestou (finalmente terminei, Rachel!!!): A promessa do tigre, escrito pela fofa da Colleen HouckO livro é um spin-off da coleção oficial A maldição do Tigre, ou seja, é uma história à parte da original, mas com alguns dos mesmos personagens.

Vamos lá?


A promessa do tigre
Coleção A Maldição do Tigre - spin-off
Autora: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Gênero: Fantasia, mitologia
Ano:  2014

*Livro emprestado pela amiga da blogueira*

Sinopse:
Mais de 300 anos antes de Kelsey Hayes surgir na vida de Ren e Kishan, uma jovem cruzou o caminho dos príncipes. Seu amor por um deles mudou o curso da história e o destino da família Rajaram. Criada longe dos olhos da corte, isolada do convívio no castelo, Yesubai luta para suportar os maus-tratos do pai e manter em segredo suas habilidades mágicas. Lokesh é um poderoso e cruel feiticeiro que foi capaz de assassinar a própria esposa porque ela lhe deu uma filha em vez de um filho. Ao completar 16 anos, Yesubai é surpreendida por um anúncio do rei. Procurando fortalecer suas relações diplomáticas, o nobre acredita que um casamento entre a filha de Lokesh, comandante de seu exército, e um pretendente de algum dos reinos vizinhos será uma boa estratégia para diminuir os conflitos na região. A jovem recebe a notícia com alegria. Pela primeira vez ela enxerga um fio de esperança, a perspectiva de escapar do controle do pai e de levar uma vida fora do confinamento de seus aposentos. Mas esses não são os planos do feiticeiro. Ele vê no iminente casamento de Yesubai uma oportunidade de conseguir ainda mais poder e não poupará esforços para atingir seus objetivos sombrios.  A Promessa do Tigre conta a origem da história dos príncipes Ren e Kishan e os acontecimentos que levaram às aventuras da aclamada série A maldição do Tigre.

Bom, eu já fiz a resenha dos 4 livros da coleção original. Contarei em breve relatos a história principal:

Kelsey é uma moça de 18 anos que decidiu iniciar sua vida empregatícia para juntar uma grana para a universidade. Seu primeiro emprego foi como ajudante de circo. Lá, ela conheceu um lindo e indiano tigre branco, chamado Dhiren. Eis que, na verdade, o tigre é Dhiren Rajaram, um príncipe da Índia que , junto com seu irmão Kishan, um tigre negro, está sob uma maldição imposta pelo malévolo e ambicioso feiticeiro Lokesh. Segundo algumas profecias da mitologia da Deusa Durga, a maldição pode ser quebrada e Kelsey está no centro disso. Ela decide, então, ajudar os irmãos e amigos a saírem da maldição e derrotarem Lokesh, mas, para isso, terão de passar por incríveis aventuras mitológicas em mundos totalmente diferentes do seu.

Quem quiser saber mais dos livros, invade as resenhas, cujos links estão aí embaixo:








A coleção A maldição do tigre é pra mim uma das melhores fantasias mitológicas que li, pois é diferente das mitologias convencionais: tem romance em grandes doses, ação, aventura em doses tão grandes quanto, drama e aquele toque de contos de fadas.


Em sua história principal, conhecemos um pouco da vida dos príncipes, especialmente como foram traídos e impostos a uma maldição do medalhão de Durga. Além do inimigo declarado Lokesh, o tal feiticeiro cheio de pompas, haveria a participação de Yesubai, filha de Lokesh e noiva prometida de Ren.


Mas... Alguém sabe como realmente aconteceu? Qual foi o real papel de Yesubai nisso? Ela estava mesmo em conluio com o pai? É esta a história deste spin-off.

Em A promessa do tigre, a autora nos conta a vida de Yesubai, desde o nascimento. Tendo a fisionomia quase idêntica a da mãe, falecida sob circunstâncias suspeitas, mas com lindos olhos da cor lavanda, nunca teve o amor do pai. Lokesh inspirava medo, demonstrava seu desprezo e Yesubai aprendeu a ser séria, inibida, distante. 

"A maioria das menininhas aguardava ansiosamente o momento em que o pai chegava em casa. Mas não Yesubai. Assim que as badaladas do sino anunciavam a chegada dele, o medo tomava seu coração, apertando-o com força, e a jovem parava de respirar."

Sempre que uma viagem de Lokesh não saía como o esperado, era em Yesubai que ele descontava sua ira e seu poder. Desde a mais tenra idade, a menina sofreu nas mãos de quem deveria cuidar dela. Com a adolescência/juventude, sua beleza ficou tão evidente que o pai a obrigara a andar com um véu cobrindo seus cabelos e rosto. Yesubai somente era bem tratada quando o pai precisava dela em festas políticas. Era nesse momento que o orgulho de Lokesh se inflava e ele exibia a filha como um lindo artefato.

E foi em uma destas festas, na verdade uma festa preparada pelo próprio rei sem avisar Lokesh, com o intuito de unir reinos através do casamento de Yesubai com algum dos soberanos convidados, que ela conheceu Kishan, o único entre os convidados que não olhou para ela quando o rei arrancou seu véu da cabeça.

"Meu pai sorriu malignamente, com uma expressão de víbora que me fez estremecer até a medula. Pelo visto, não teve o mesmo efeito no ingênuo rei. O homem que estava no trono tinha, entre os seus, um lobo que se fazia passar por cordeiro. Era só questão de tempo até o animal de estimação se voltar contra ele e devorá-lo."

Seu interesse pelo jovem foi quase instantâneo, mas para seus planos de fugir do pai, ele não serviria. Em uma das escapadas noturnas, usando um poder que foi herdado, Yesubai descobre os planos do pai para o reino dos Rajaram, quando o mesmo convocou Kishan para uma conversa. 

Daí, então, a história de desenrola mais com Yesubai indo conhecer o Rei e a Rainha Rajaram, ser prometida ao príncipe Dhiren, e acaba tendo bons momentos de conversa e revelações ao lado de Kishan. O desenrolar da história é, ao mesmo tempo, conhecido e totalmente novo, pois é um ponto de vista que antes não tínhamos. O final é surpreendente, apesar de já conhecido. Foi uma leitura rápida e incrível.


"A ideia de que meu pai pudesse se tornar ainda mais poderoso era assombrosa. Tudo fazia sentido. A razão para eu ter sido enviada ao palácio, as disputas com a família Rajaram. Tudo para conseguir os amuletos e separar Deschen de sua família."

Yesubai é uma personagem forte, destemida em muitas ocasiões, amorosa e misteriosa. Na frente das pessoas é completamente diferente do que aparenta ser quando sozinha, trancada no quarto. Conhecemos também um pouco de Deschen, a rainha e mãe dos nossos lindos príncipes.

Narrado em primeira pessoa, por Yesubai, com exceção do primeiro capítulo, o livro está bem escrito, bem encadeado e praticamente nenhum erro de revisão. É um livro delicado e ainda assim intenso, na mesma medida da personagem principal. Foi uma leitura rápida e incrível.

Descrição da capa #pracegover: ela segue o estilo da coleção original, tendo o tom metálico de verde, azul e rosa e os arabescos hindus na margem superior. Sua imagem principal é uma bela flor de lótus rosa dentro de um pequeno lago e logo acima dela a imagem refletida (invertida) do rosto de Yesubai, tendo destaque para seus olhos cor de lavanda, pois está parcialmente coberto com o véu. É uma imagem representativa de uma cena do livro, muito bela, que só entendemos após a leitura. A diagramação segue a simplicidade dos anteriores, margens justificadas, fonte boa e papel amarelado.

No mais, é uma leitura recomendada para os fãs da série e também para aqueles que desejam saber como é a escrita da Colleen e se a série despertaria o seu interesse. Pode ler a qualquer tempo, que não interfere na história da coleção original.




O livro na REDE:

>> SARAIVA <<

>> AMERICANAS <<


  

Sobre a AUTORA:

Colleen Houck é antes de tudo uma leitora. Ela adora ação, aventura, ficção científica e romance, e seus livros favoritos incluem um pouco de cada um. Depois de obter um grau de associado da faculdade de Rick e transferir para a Universidade do Arizona, ela abandonou a escola para ir para a missão da igreja onde ela conheceu o marido. Colleen tem vivido no Arizona, Idaho, Utah, Califórnia e Carolina do Norte e agora está definitivamente resolvida em Salem, Oregon, com seu marido e seu gigante tigre branco de pelúcia.


Esse livro faz parte do Desafio Literário 60 Livros em 1 ano, organizado pelo Blog Livros & Tal, como minha leitura #33de60.


Agora nos resta aguardar o lançamento do livro "O Sonho do Tigre", um outro spin-off sobre Kishan e, justamente por isso, totalmente narrado por ele. Para nossa infelicidade e angústia, o lançamento está marcado para 2018!!! Tia Colleen é malvada!

Conte aí pra mim, você é fã de AMDT? Leu A Promessa? E o que você achou da leitura? E da resenha?

Boa leitura!

Até + ver!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...