menu

Sorteios

quinta-feira, 2 de junho de 2016

10 Resenha [seriado] - Jessica Jones

Bom dia, leitores!

Semana quase no fim, mas cheia de novidade ainda!

E hoje, só pra ninguém perder o costume, mais uma resenha de seriado! Ok, pode parecer que eu não tenho mais nada pra fazer além de ver TV... 



Well... e se eu confessar que assisti esse seriado no carnaval, mais ainda não tinha feito a resenha? =$ 



Porém, contudo, todavia... eis-la! Bora resenhar a primeira e magnífica temporada de Jessica Jones, um seriado da Marvel, exclusivo do Netflix.

JESSICA JONES
Jessica Jones, 2015
Gênero: Ação, Aventura, Drama, HQ

Sinopse:
Após o fim trágico de sua breve carreira de super-herói, Jessica Jones tenta reconstruir sua vida como uma detetive particular, lidando com casos envolvendo pessoas com habilidades notáveis em Nova York. Seu primeiro caso é pessoal: Kilgrave, um controlador de vontades, retorna e ainda quer Jessica para si. Ela terá de descobrir como resistir a fim de que possa salvar os inocentes que ele mantém sob controle.


O bom de você assistir seriados ph*das é que você tem muita coisa a falar sobre eles. Ênfase no muita!

A primeira coisa que você tem de saber é o tempo, ou melhor o espaço temporal em que esta série se passa. Lembram do primeiro filme dos Vingadores, em que nosso querido problemático Lóki trouxe hordas alienígenas que arrasaram Nova York? Pois é, a série começa uns anos depois disso.

A segunda coisa que você precisa ter em mente é que ser super-herói não dá certo pra todo mundo. Algumas coisas más podem acontecer ao dito herói, que pode desenvolver TEPT e largar essa "carreira". Esta é a Jéssica Jones atual.

Jéssica Jones é uma ex super-heroína que começa a trabalhar como detetive particular e abre a sua própria agência no mesmo apartamento onde vive, depois de dar fim à sua carreira de super-herói. Nós descobrimos isso logo no primeiro episódio em que ela joga a cabeça do cliente no vidro da porta bom senso em um cliente um tanto revoltado.

Nós ficamos conhecendo a personalidade Jéssica aos poucos. E flashbacks nos mostram seu passado, o que a fez se tornar tão amarga, desiludida, solitária, problemática, alcoólatra, forte, decidida, rebelde, mulher pra caralho.

Junto da nossa coleguinha, conhecemos Patrícia/Trish Walker, irmã adolescente adotiva (da "família" para qual Jessica vai após o acidente de carro que matou sua família), que já foi atriz sob tirania do showbusiness da mãe e agora trabalha como radialista. Extremamente famosa, deve sua personalidade adulta à ajuda de Jessica na adolescência.

Além dela, temos Joseph Ducasse, o vizinho mais do que drogado a quem Jessica tem de acudir quase todo o tempo, Jeryn Hogarth, a advogada fria, ambiciosa e calculista que ajuda Jessica a conseguir casos para trabalhar como detetive.

E, finalmente, o lindo e musculoso Luke Cage, mais um herói escondido, sendo seu poder o da invulnerabilidade, pele de aço, impenetrável. Jessica o observa todas as noites até que finalmente toma coragem de entrar no bar dele. A química nem rola, ela devora! As cenas deles juntos são quentes, segredos são divididos e traumas são superados. Tem mais alguém shippando esses dois comigo?

Sobre o ex-"namorado" de Jessica, algumas considerações... Você não sabe o que é um relacionamento psicologicamente abusivo até assistir esse seriado. Veja bem, existem, nessa ordem: namorados, namorados malucos, namorados loucos, namorados psicopatas, psicopatas loucos e o Kilgrave.

Kilgrave ou Kevin Thompson, não é apenas o ex. É um tremendo fdp psicótico que tem o poder de dominar e interferir na vontade das pessoas. Assim que ele fala, todos ao alcance do doce som da sua voz perdem o livre-arbítrio e viram marionetes dele. Jessica foi uma delas, só porque ele se encantou com os poderes da moça. Até que ele a mandou "se livrar" de alguém e Jessica acabou matando uma mulher.

A morte da moça (que descobrimos quem é ao longo da série - e eu não vou dizer quem, lembrem-se que spoilers são vetados!) ativou um trauma tão grande e pesadelos constantes que a levou a ser uma alcoólotra stalker desenvolver resistência psíquica aos comandos do psicopata. Só que Jessica não percebe isso logo de cara, pois achou que ele tivesse morrido no mesmo dia em que matou a tal mulher.


Ela descobre, então, que ele não só não morreu, como além disso continua fissurado nela. Ela passa a ter crises de pânico só em pensar na criatura (eu também teria!). Ele continua matando pessoas inocentes indiscriminadamente só para chegar até ela. Daí pra frente, ela toma para si a tarefa de apagar matar trucidar tirar Kilgrave da sociedade. E com isso descobre várias coisas do passado dele. Mas, tipo, tu acha a tarefa fácil? Ha!


Pra quem não conhece os quadrinhos, breve resumo: criada na Marvel Comics, pelo escritor Brian Michael Bendis e pelo artista Michael Gaydos, a personagem fez sua primeira aparição em Alias #1 (Novembro de 2001) como uma super-heroína aposentada que começou a trabalhar na Alias Private Investigations. Jones iniciou, então, mais duas séries: Alias e The Pulse. Em vários momentos de sua história, Jessica usou pseudônimos como Safira, Paladina e Poderosa.

Jessica ganhou seus poderes sobre-humanos após o veículo de sua família colidir com um caminhão com carga radioativa. Seus pais e irmão faleceram e ela ficou em estado de coma. Durante a adolescência, ela descobriu que possuía as seguintes habilidades: voo, super-força, resistência telepática e uma resistência física maior que qualquer humano normal. E isso (mas só alguns dos poderes) a gente também fica sabendo no seriado através dos tais flashs...

Diferente de Luke, a invulnerabilidade de Jessica não é tão intensa, só ao ponto dela aguentar grandes choques. Além de seus poderes sobre-humanos, Jessica é uma habilidosa detetive e jornalista investigativa.

Bom... e a série? O seriado foi criado por Melissa Rosenberg para a Netflix. É a segunda de quatro séries sobre super-heróis que futuramente irão se unir em uma equipe, levando à minissérie de crossover Os Defensores. Produzida pela Marvel Television em associação com a ABC Studios e Tall Girls Productions, iniciada em fevereiro de 2015, teve todos os episódios da primeira temporada disponíveis de uma única vez para streaming 10 meses depois (o que a grana alta não faz, não é?).

No início de 2016, foi renovada para a segunda temporada, mas ainda não temos previsão de estreia.

Alguns boatos na indústria dizem que o grupo a ser apresentado como Os Defensores participará dos eventos dos filmes "Os Vingadores: Guerra Infinita" - Partes I e II.

Os relativamente poucos efeitos especiais da série são muito bem feitos. O cenário é sempre sombrio, taciturno, combinando com a personalidade e humor da protagonista. Jessica está sempre triste, melancólica e muitas vezes apavorada. Mas não deixa de ser heroína, afinal de contas.

Fotografia e figurino impecáveis, roteiro bem feito, diálogos bacanas. Atuação ótima e convincente de todos! Não vi exageros, nem interpretação vazia em ninguém. A série é um espetáculo!

E eu? Eu quero mais saber quando estreia a segunda temporada porque é uma série boa pacas e eu mereço assistir logo!!!

Isso significa que eu recomendo o seriado, obviamente! Quem é fã da Marvel vai amar, quem é fã da DC Comics pode até gostar, quem não gosta de quadrinhos também vai se amarrar. Se você não curte nada disso e nem seriados, cara, tá fazendo o que aqui?!



ELENCO PRINCIPAL

- Jéssica Jones - Krysten Ritter, de Breaking Bad

- Patrícia/Trish Walker - Rachael Taylor, de Grey's Anatomy

- Joseph Ducasse - Eka Darville, de The Originals

- Jeryn Hogarth - Carrie-Anne Moss, de Frankenstein 2015

- Luke Cage - Mike Colter, de The Good Wife

- Kilgrave/Kevin Thompson - David Tennant, de Doctor Who



Espero que vocês tenham uma ótima tarde de entretenimento heroico. Seriado fodástico!

Até + ver!


10 comentários:

  1. Olá, eu não sou muito chegada em acompanhar séries e essa não me chama atenção. Já conhecia mas nunca me senti instigada para ver. Gostei de como você falou, mas passo a dica :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bia, pena! Mas obrigada por vir! beijo!

      Excluir
  2. Oi, eu amo acompanhar séries e quando essa foi lançada eu fui correndo assistir e confesso que amei a série e o ator que faz Kilgrave é simplesmente divino. Amei a proposta da série e estou ansiosa para a segunda temporada. Amei a sua resenha.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu um espetáculo de interpretação, não é? Também adorei! Não vejo a hora dessa segunda temporada chegar!! #aimeucorassaum!

      Excluir
  3. Oiii, Nu!


    Adorei o "cara, tá fazendo o que, aqui?" Hahaha.
    Então, eu preciso assinar a netflix, né. É muito seriado que eu gostaria de acompanhar e que fico rezando pra passar na Sky, mas já vi que tá difícil. Já tinha visto umas coisas sobre esse seriado e tava curiosa, agora? Eu queroooo. O ruim é: e tempo? Hahaha.

    Que cara doido o ex dela. O loko, meu!

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim... precisar, não precisa, mas eu recomendo! Algumas séries estão com temporadas atrasadas no Netflix, pq eles só fazem o ulpoad após finalizarem na TV, porém.... Essas originais dele e exclusivas, putz! valem muito a pena!!! E nem é tão caro assim! Faz como eu, um episódio por dia! ;)

      Excluir
  4. Poxa Nu magoou se não sou nada o que to fazendo aqui? Vim pq te amo, serve?
    Última série que vi foi punk, serve? :x mentira, tentei ver lost o.o falhei.
    Não tenho paciência pra esperar temperadas >.< sou geminiana!

    Mas essa série com certeza parece ser uma ótima pedida para quem curte HQ, eu amo, mas não sou fã é de séries...

    Beijos amei saber mais sobre o que os amigos nerds estão vendo hahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh só, começou pelo seriado errado... Lost é legal na 1ª e 2ª temporada, depois desanda e termina pessimamente.... Pega essas dos quadrinhos que tu vai se amarrar! E nerd é teu passado! rsrsrs....

      Excluir
  5. Eu sou louca pra assistir esta série... Mas estou com tantas outras acumuladas que se falar de mais uma meu marido me bate! hahahaha
    Agora que as que eu assisto estão acabando talvez eu consiga iniciar esta!

    Amei o post, só me deixou com mais água na boca! rsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pow, Bruna! Eu sei bem como é ter várias séries no esquema!... rsrsrs
      Vai com calma, mas vai! Super recomendo! ;)

      Excluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...