menu

Sorteios

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

0 Resenha [livro] - As Feiticeiras de East End

Ei, pessoas!

Como vão? Tudo beleza?

Seria assaz, um tanto, interessante se vocês pudessem deixar um comentário de avaliação do Blog, por favor. Só pra eu ter certeza se estou no caminho certo. Ok? Partiu resenha, então?

Hoje a nossa linda resenha, querida avaliação será sobre o livro "As Feiticeiras de East End", da coleção "Família Beauchamp", volume 1.


E, como sempre, antes de começar a elucubrar sobre a referida obra literária, informo-vos sobre a Sinopse oficial:

*Livro do acervo pessoal do blogueiro*

As três mulheres da família Beauchamp escondem um segredo: são feiticeiras poderosas, há séculos proibidas de usar sua magia. Joanna consegue ressuscitar os mortos e curar feridas graves; Ingrid prevê o futuro e tece nós que podem resolvem qualquer problema; e Freya tem um encantamento que certamente consegue curar os piores desencantos amorosos.Ela vai se casar com o misterioso Bran Gardiner, e cada vez fica mais difícil esconder seu segredo. Ingrid e Joanna sentem o mesmo dilema, e as três percebem que não podem mais ignorar quem realmente são. Desenterram varinhas e vassouras e começam a criar feitiços bem-intencionados para algumas pessoas. É então que ataques violentos começam a assolar a cidade. Quando uma jovem desaparece, elas percebem que está na hora de descobrir que forças obscuras operam contra elas. Com um roteiro fascinante e algumas aparições surpreendentes de personagens da série Blue Bloods, esta é uma leitura divertida, repleta de casos amorosos, bruxaria e uma batalha entre o bem e o mal que o fará curtir cada página!




Deixando de lado esse meu lado intelectual que não combina comigo de jeito nenhum... Eu já peguei livros bem escritos, mas que não me 'acenderam' e outros que me acenderam, mas ninguém gosta do autor (Paulo Coelho faz parte desse segundo grupo. Eu não sei por que odeiam tanto o cara, deve ser pelo fato de seus livros terem tantos sentimentos pessoais e lições de vida, que parecem auto-ajuda. Eu vejo isso como fator positivo, e, consequentemente, posso ser queimada na fogueira por conta desta opinião. Mas, que se dane, hoje o papo não é sobre isso.).

“As Feiticeiras” é um dos poucos livros que fazem parte de um 3º grupo: estão muito bem escritos e me deram aquela 'luz literária'. 

Encontrei o livro na estante de Literatura Infanto-Juvenil, enquanto catava o último lançamento de "Heróis do Olimpo'. Só que o livro de ‘Infanto’ não tem nada. E de ‘Juvenil’, acho que tem muito pouco. Este é um dos livros que fazem parte da nova categoria YA (Young Adult, ou Jovens Adultos), cujo público compreende pessoas de 18-25 anos. Mas, cá entre nós, existem muitos jovens de 35, 42, 56 ou mesmo de 77 anos.

E por que, raios, o livro me pegou de jeito? Bem, o livro te cativa pelo jeito leve de contar a história, sob diferentes pontos de vista. A cada capítulo, há uma narradora principal, e 2 capítulos consecutivos nunca possuem a mesma narradora. Eles se alternam entre as 3 personagens principais da trama, Joanna e suas filhas, Ingrid e Freya. A história mistura bruxaria, fantasia, lendas, mitologia, tem aquele 'cadinho' de romance e intrigas, mistérios, crimes. Tudo muito bem, intrincado e explicado. Nenhuma ponta solta ou enredo desperdiçado.

A autora, Melissa de la Cruz, descreve pontos do passado das personagens, essenciais ao entendimento da história, sem perder o ritmo ou confundir com o tempo presente. Chega a fazer uma façanha que eu só vi com Stephen King, a de citar em um livro personagens de outro, com história totalmente diferente, mas interligadas. Também mantém o ar de mistério que envolve as personagens, seus dons ou poderes, sua história de vida, não explicitamente contada até que se chega ao desfecho, que é surpreendente, diga-se de passagem. Eu, realmente, não esperava pelas revelações feitas, o que é muito bom, já que eu tendo a perder a empolgação quando descubro o resultado final no meio do livro.

Milagrosamente, não achei nenhum único errinho de português! Uma salva de palma à revisão da Editora!

Em resumo, achei o livro muito, mas muito bom, de tal forma que mal posso parar de me coçar para ler a continuação da“Família Beauchamp”, "Olhos de Serpente".


Ah! Sabem que a coleção virou série de TV, né? Pois é... A resenha da 1ª Temporada será postada ainda esta semana! Aguardem aí!


E, como é minha primeira vez com a autora e eu adorei, agora irei catar outra coleção dela “Blue Bloods”, vai que me pega de jeito também, não é?


Com toda a sinceridade, dá pra apreciar muito lindamente.

Boa leitura!!

Até + ver!
Nu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...